quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Käsekuchen, bolo de queijo quark

Lá fora os céus choram desalmadamente, eu estou em casa e a precisar de ocupar a cabeça... vai dai que decidi ligar o forno para aquecer um pouco e experimentar uma receita nova.
Trago-vos uma tarte de queijo quark, um queijo super saudável e que gosto muito como substituto do iogurte mas que hoje vos trago numa receita alemã muito famosa. Também se pode usar este queijo em cheesecake, apesar de normalmente usar mascarpone este é bem menos gorduroso! 
Andei a ver muitas receitas deste bolo, inclusive em alemão. Iam todas parar a esta receita que vos trago que é uma mistura de tudo o que encontrei :)
Espero que gostem!



Ingredientes:
Para massa :
100 g de manteiga
100 g de açúcar
200 g de farinha (usei com fermento)
1 ovo
1 c. (chá) de aroma de baunilha
1 c. (chá) de fermento em pó

Para recheio :
500 g de queijo Quark fresco (Milbona, do Lidl)
125 g de açúcar
1 ovo
1 pacote de pudim instantâneo de baunilha
6 colheres de sopa de óleo
250 ml de leite

Preparação:
Comecem por derreter a manteiga. Depois numa tigela misturem todos os ingredientes da massa e, com a mão, amassem tudo muito bem até ficar uma bolinha uniforme. A massa é um pouco gordurosa e agarra-se levemente aos dedos.
De seguida, cubram uma tarteira de 26 cm com papel vegetal forrando o fundo e os lados com esta massa e levem ao frio por 30 minutos.
Liguem o forno a 180ºC para estar quente quando colocarem a tarte.
Misturem todos os ingredientes do recheio e batam bem com uma vara de arames até ficar completamente homogéneo.
Vertam a mistura cuidadosamente sobre a massa já fria.
Levem ao forno cerca de 50 minutos, ou até que a superfície ficar firme.
Esperem que o bolo arrefeça e só depois retirem a parte amovível da tarteira.
Depois é só servir :)



Ao desenformar o bolo lembrei-me de uma receita que já fiz há algum tempo, o flan parisiense, apenas pelo aspecto porque de sabor não tem nada de parecido.
Também constatei que sou muito má a espalhar a base como podem ver nas fotos, mas para primeira experiência ficou razoável. Em relação ao sabor, posso confessar que não fiquei apaixonada... é diferente. A minha mãe gostou bastante, mas ainda vou experimentar uma receita diferente com quark e maçã... algo do género para dar um sabor diferente! 
E vocês, já fizeram receitas do género com quark? Têm sugestões para me dar? :)





10 comentários:

  1. Já fiz dois cheesecakes saudáveis com quark que já publiquei no blog e gostei muito. Tanto um como outro foram uma agradável surpresa. Mas também não é difícil tendo em conta que sou louca por cheesecake de forno! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho que ir lá espreitar essas receitas e experimentar cheesecake com quark.
      Beijinho

      Eliminar
  2. Tem um ótimo aspeto e adoro essa consistencia numa tarte, deve estar deliciosa mesmo.


    O Cantinho dos Gulosos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto de tartes, mas a minha mãe é que faz mais vezes.
      Agora que escreveste tarte, andei na dúvida se chamaria tarte ou bolo à receita... acabei por fazer a tradução literal, mas tem um ar de tarte e não de bolo.
      Beijinho

      Eliminar
  3. Achei que estava muito bonita e parece deliciosa eu hoje também fiz uma mas foi de leite condensado, com este tempo só apetece fazer doces. Beijinhos
    http://asreceitasdasisi.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade. Esta chuva só dá vontade de ligar o forno.
      Beijinho

      Eliminar
  4. Adorei esta receita. Lembro-me de ter visto este bolo há alguns anos atrás e a ter marcado para fazer, depois vêem outras e acabamos por esquecer. Agora ao ver esta voltei a ter vontade de experimentar :)
    Beijinhos ...
    Blog: Guloso qb

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carla :)
      Obrigada pela visita!
      Eu também já andava há algum tempo para experimentar, mas consegui!
      Beijinho

      Eliminar
  5. Eu adoro queijo quark e já é um hábito fazer receitas com ele, mas esta nunca experimentei! Gostei da ideia, fica uma espécie de tarte muito cremosa e eu adoro tartes muito cremosas :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é mais tarte que bolo mas eu fiz a tradução literal do alemão!
      É bastante cremosa, mesmo! :)
      Beijinho Avelã!*

      Eliminar