sábado, 13 de setembro de 2014

É melhor começar...

... por uma apresentação informal, descontraída e divertida desta nossa aventura a duas pelo mundo da blogoesfera culinária.

Desde cedo que a nossa infância foi passada na cozinha a observar as nossas avós a cozinhar ou até a tentar "ajudar" a nossa mãe a fazer o jantar, mas a vontade de sermos nós a passar para o comando das operações culinárias nunca foi muito corajosa. 
Nas férias de verão, ainda em plena adolescência, a minha mãe começou a deixar-me indicações para terminar o almoço e foi ai que fui "convidada" a ir para a cozinha e a por mãos à obra. Na altura fazia-o por necessidade e porque a minha irmã mais nova tinha que almoçar, mas passado uns anos quando sai de casa para estudar o gosto pela cozinha veio para ficar. 
Estava a viver na capital, sem os pais, mas principalmente sem a mãe para me preparar os almoços e jantares... Percebi que era a altura exacta para começar a sério no mundo maravilhoso e infernal da cozinha. Ao início quando chegava a casa cansada e ainda tinha que ir cozinhar tornava-se um pouco desencorajador, mas passado uns dias já era eu que cozinhava para todas as colegas de casa. Comecei por adaptar receitas que via em revistas, livros e em blogues e por vezes a coisa resultava, outras nem por isso, mas é mesmo assim... se não experimentarmos nunca saberemos se resultará. Cozinhar torna-se uma incógnita porque nunca sabemos se ficará saboroso, se estará no ponto, se estará insonso ou salgado... 
Contudo, foi há precisamente 1 ano que comecei a descobrir sabores, alimentos, especiarias, etc. que não conhecia muito bem e se afastavam um pouco daquilo que cozinhava normalmente, que era essencialmente aquilo que tinha aprendido com a minha avó e a minha mãe, a nossa cozinha tradicional e a cozinha italiana por ter um carinho especial por Itália e pela língua italiana. Foi ai que decidi mudar um pouco a minha alimentação e tentar perder uns quilos que se estavam a acumular. Hoje já perdi 15kg e como consequência desta perda fiquei a amar a cozinha tanto como amo a música, as línguas e a escrita! 
Foi por isso mesmo que decidi criar este blogue e partilhar com outras pessoas esta mudança que não tem que ser necessariamente dolorosa mas sim, muito saborosa e criativa! 

A minha irmã entrou nesta aventura porque desde cedo sempre gostou de fazer bolos e sobremesas. Tem muito jeito para moldar pasta de açúcar e já fez bolos de aniversário muito giros e saborosos que mais tarde partilharemos! Achei que seria divertido juntar-mo-nos nesta aventura porque eu não sou muito amiga das sobremesas e portanto achei que destinar essa parte do blogue à minha irmã mais nova seria uma excelente solução, até porque como vou estudar de novo para longe de casa é uma forma de matar as saudades dos bolinhos que ela faz ao fim-de-semana!

Espero que gostem, sejam bem vindos e não se acanhem a dar sugestões, dicas e conselhos! Serão muito recebidos.

2 comentários: